Você tem a vida financeira organizada? Parte 3 – Economia

No terceiro post da série iremos abordar sobre a importância da economia do seu rico dinheirinho. Você sabe para onde vai o seu dinheiro? Saber poupar é o grande pulo do gato para riscar do seu dicionário o consumismo sem consciência. Mas antes de começarmos o embarque nesse  mundo da economia do seu dinheiro, você já acompanhou os posts anteriores? Não então dá uma passadinha lá, veja só:

No primeiro post da série – você tem a sua vida financeira organizada? Reconhecemos  as despesas fixas e variáveis e com essa informação podemos chegar a fazer reduções de custo significativas.

No segundo post da série, observamos a importância de sabermos para “onde vai nosso dinheiro” e de fazer economia do seu dinheiro sempre.

Poupar é a palavra de ordem em tempos de crise. Não sabemos quando a economia voltará a crescer. Assim como o processo de desenvolvimento de um país, que passa por uma crise como essa, para se recuperar é lento. Por mais que os especialistas apontam ligeira melhora na economia, sabemos que seus reflexos ainda estarão por um longo período em companhia da população.

economia financeira 2

Então o que fazer? Tentar se preservar ao máximo do consumismo desacerbado e fazer dinheiro para ajudar a se manter . Para quem conseguir fazer uma reserva financeira – ótimo!!!

O desapego o destralhe pode ajudar muito numa situação como essa em que estamos vivendo. Você já parou para pensar o quanto nos temos tralhas dentro de casa? Sim, muitas coisas tem um valor sentimental grande envolvido, mas não estou falando desses objetos. Estou falando das tralhas, que impedem a liberação de espaço e energia.  Pare um período e analise tudo que você tem e não usa mais: uma poltrona, um móvel, um eletrodoméstico, uma máquina de escrever, livros, roupas, sapatos, etc. Tem muitos locais que fazem compra/venda de objetos de segunda mão, como: uma loja de móveis usados, bazares, sebos.

Em fim é hora de você fazer aquela limpa em casa, aproveitar para organizar cada cantinho e fazer um dinheirinho para ajudar na economia doméstica, ou até mesmo engordar a sua reserva financeira de alguma maneira.

Um grande escoamento  de dinheiro que temos é o supermercado. Já reparou como gastamos ultimamente com alimentação. Claro, está tudo com preço na “hora da morte”, como diria a minha vó. Então temos que ser inteligentes. Sei que é uma tarefa muito chatinha a de ir fazer compras, mas há quem goste. Mas não é o meu caso.  Então procuro passar o menor tempo possível dentro dele…e digo estou errada!

Quanto maior o tempo que você tiver para essa tarefa, mais você economizará. Sabe porque? Por que você terá tempo de pesquisar os preços e comprar exatamente o que precisa. Por que você seguirá esses seguintes passos:

  1. Não vá ao supermercado com fome
  2. Tenha o hábito de fazer um menu semanal, um cardápio para todos os dias da semana.
  3. De posse com esse cardápio você passará a fazer compras semanais.
  4. Verifique sempre o que há na geladeira/armário – seja criativa (o) invente suas receitas aproveite, não jogue nada fora (desde que esteja propício para o consumo)
  5. Busque por promoções, preços melhores e barganhe – Atualmente os supermercados vêm cobrindo preço de outros.

Está na hora de começar a buscar por reduções de custo. Se você mora de aluguel, é extremamente prudente ter uma conversa com o seu locador e jogar limpo, que você precisa de uma redução no aluguel. O mesmo é fazer contato com escola/curso dos filhos e pedir um odesconto, ou então uma bolsa de estudos.  Se você tem TV a cabo, telefonia fixa ou até mesmo móvel, faça o mesmo! Demore o tempo que for, mas esclareça que você não tem condições de pagar o plano atual e estude um novo plano, com um valor mais em conta. Pode parecer que não, mas qualquer desconto já é significativo.

economia financeira 2

Não deixando de lembrar que, a conta de energia, água e telefone da sua casa também merece um cuidado especial. Neste caso acho super válido uma conversa sincera com todos da casa. Além de estarmos contribuindo com os recursos naturais, o nosso bolso vai agradecer. Saber utilizar de forma consciente o ar condicionado, ventilador, chuveiro elétrico, ferro de passar roupa, aquecedor, etc. Esses são os verdadeiros vilões que nos tiram $$$ (cifras) pesadas no nosso orçamento.

Cabe ressaltar, que essas não são soluções para todos os problemas difíceis que a população vem enfrentando, mas sim, um caminho para colaborar com a organização da vida financeira.  Pense nisso! Valerá a pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *